Empregos

Direitos do Trabalhador Demitido – Dicas

demitidoMuitas vezes empregados e trabalhadores são demitidos, mas não vão em busca de seus direitos para poder saber o que ele tem a receber. Quando se é demitido logo vem a preocupação de como continuará se mantendo, pois o impacto financeiro de uma demissão é algo que pode causar um grande problema, principalmente quando se tem família. Após a demissão, as pessoas vão em busca de novas oportunidades para poder retomar sua vida profissional, porém até achar a instabilidade profissional a pessoa terá que se manter.

Quando o empregado é demitido por justa causa, os valores que ele tem a receber são muito poucos, que fazem com que a pessoa chegue a receber uma quantia pequena demais, e isso faz com que ela não tenha quase nenhum direito. Porém para a demissão sem a justa causa, esse pode se manter financeiramente até que ache uma ocupação, mesmo se esse não tiver nenhuma reserva.

Direitos do Trabalhador Demitido

Saldo de salário – esse terá que receber o saldo do salário dos dias trabalhados por ele no mês em que ele foi demitido. Esse salário será referente ao salário mensal do trabalhador. Para poder fazer a conta de quanto você receberá, é o valor do seu salário dividido por 30 e então multiplicado pelos dias de trabalho que você fez no mês.

Aviso Prévio Indenizado – o aviso prévio é feito pelo empregador, avisando o trabalhador sobre a demissão dele, tendo 30 dias de antecedência, e esse cumpre um aviso prévio de 30 dias trabalhando. Mas na maioria dos casos o trabalhador é pago por esses 30 dias e passa esse tempo em casa, sendo pago ao fim do aviso prévio.

Aviso Prévio indenizado promocional – esse tipo de ávido prévio trata do tempo em que o empregado esteve na empresa, a cada 1 ano completo no registro ele terá 3 dias a mais de aviso prévio, e por exemplo, se esse completa 5 anos registrado em determinada empresa, ele terá além dos 30 dias comuns de aviso prévio mais 15 dias. Serão então 45 dias de aviso prévio.

direitos-do-trabalhadorFérias vencidas ou um terço de férias vencidas – esse valor se refere as férias que foram vencidas, aquelas que não foram dadas ao trabalhador e que seu prazo foi ultrapassado. Assim se caso, o trabalhador tiver que tirar férias nesse mês em que houve a demissão, ele deverá receber o valor, como se estivesse para sair de férias.

Férias promocionais e um terço das férias promocionais – esse valor refere-se as férias que seriam ao ano da demissão, mesmo ainda não vencidas, tendo a proporção dos meses trabalhados. Para poder realizar o calculo dessa quantia, é incluído o tempo que irá cumprir de aviso prévio, sendo esse o trabalhado e não pago em casa. Por exemplo, um trabalhador, que trabalhou cerca de seis meses após o aniversário das suas férias vencidas, mesmo que esteja cumprindo aviso prévio. Suas férias promocionais equivaleram ao valor que corresponde a metade do seu salário.

Esses são os valores que você deve receber ao ser demitido sem ser por justa causa, por isso é importante seguir dicas para poder conseguir manter esse dinheiro e ir atrás dos seus direitos.

É muito importante que o demitido saiba seus direitos e opte por eles, para que receba todo o valor que ele tem a receber e que merece.

Esperamos que você tenha gostado da nossa matéria, obrigada pela sua visita e até mais. 

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.