Diversos

Licença a Paternidade Nova Lei – Como Funciona

Assim como a mulher possui os seus direitos trabalhistas quando se torna mãe, os pais devem ter também, pois eles precisam ter um elo de amor e carinho com a família, ou seja, a mãe e o novo bebê, ou até mesmo para ajudar a mãe nas tarefas de primeiros dias. A licença a paternidade é uma alternativa que a lei impõe aos pais para que eles possam vivenciar esse momento de maneira especial, assim eles podem ter bem estar e os seus direitos. A licença a paternidade é na verdade um descanse e a forma de deixar o pai curtir o filhão em casa, para que esse carinho e amor seja especial para os mesmos, e por conta disso ele não será prejudicado ao trabalho, esse processo é com a lei e, ele ainda receberá por esse momento. Com a nova lei os pais podem ficar tranquilos e ter bem estar a todo o momento.

paternidade

Como Funciona a Licença a Paternidade

  • A licença a paternidade é na verdade 5 dias úteis que o pai tem direito de ficar com o filho e com a mãe, pois dessa forma ele pode estar com a família e passar por esse belo momento de amor e carinho com todos. Porém com a nova lei ainda em votação na câmara dos deputados, os mesmos querem aumentar os 5 dias dessa licença para um valor de 15 dias, isso por conta de que assim o pai pode estar mais ainda perto da mãe e cuidar dela e do bebê. Esse projeto de 15 dias ainda não foi aprovado, mas as pessoas estão torcendo para que haja a aprovação.

paternidade-nova-lei

  • De certa forma esses 5 dias de acordo com a lei são úteis e depois do nascimento da criança, ou seja, a partir do dia em que a criança nasceu, os pais devem contar 5 dias úteis depois e assim ficar com a sua licença. Os mesmos são remunerados com esses dias em casa, assim como as mulheres também são. Esses dias são abonados pelo empregador e isso de certa forma não implica em nenhuma das funções do empregado e nem no trabalho em si.
  • Mesmo que a pessoa esteja de férias, ou que seja feriado prolongado e outros casos a mais, as pessoas possuirão 5 dias úteis em casa depois do dia de nascimento do bebê.
  • Em casos de que a mãe faleça no parto ou que a mesa venha a ter uma doença, o pai de certa forma pode ter direito ao restante da licença a maternidade que seria direito da mãe, assim ele poderá dar assistência ao seu filho com amor e carinho.

amor-de-familia

  • No caso de pai solteiro e que queira adotar uma criança ele poderá ter 120 dias para estar com o seu filho, esses são os projetos que estão em votação na câmara dos deputados e ainda não entrou em vigor.
  • O objetivo dessa nova lei que muitas pessoas querem a aprovação é, ver os pais mais perto de seus filhos e de sua mulher, assim esse laço de família aumentará e terá mais harmonia para com todos. A união da família é a base de bons ensinamentos para qualquer criança.

Espero que tenham gostado da matéria, agradecemos a sua visita, deixe o seu comentário, até mais …

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.